Quem somos

ISNAR AMARAL

Consultor Ambiental – CRQ 05203390
Geobiólogo – ABRAD 935
Telefone – 51 9956.0042
E-mails – isnaramaral@hotmail.com / isnaramaral@ambientebasico.com.br

FORMAÇÃO

Gestão Ambiental
Pós-Graduação em Gestão da Qualidade Para o Meio Ambiente
Radiestesia
Geobiologia

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

-Profissional em radiestesia e geobiologia.
-Assessoria em Salubridade Ambiental com ênfase em radiações não ionizantes e energias sutis..
-Execução de centenas de análises e ações corretivas em ambientes internos residenciais, comerciais, industriais e serviços, em radiações não ionizantes.
-Implantação do sistema REPROGRAMAÇÃO QUÂNTICA NO AMBIENTE BÁSICO em centenas de empresas, com alto índice de satisfação quanto aos resultados.
-Elaboração dos próprios dispositivos de compensação para emissões nocivas.
-Realização de palestras diversas.
-Realização de cursos diversos.

IDEALIZADOR DOS MÉTODOS:

1- AIAB- ANÁLISE DE IMPACTO NO AMBIENTE BÁSICO
2- RQAB- REPROGRAMAÇÃO QUÂNTICA DO AMBIENTE BÁSICO

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Curso Barras de Access
Mestre Reiki Usui
Curso Auto Defesa Psíquica e Energética
Curso Homeostase Quântica da Essência
Curso Aspectos Energéticos na Nutrição
Participação no International Joint Radio Conference 2014
Topógrafo
Técnico em Eletrotécnica

ENERGIA SISTÊMICA

Tudo o que existe no universo está integrado de forma energética. A energia de um interfere na energia do outro. Tudo o que existe é energia, a matéria é energia condensada. A vida é um fluxo de energia, suprida pela energia do Sol transformada em energia química através da fotossíntese. A cadeia alimentar ou cadeia trófica do planeta Terra, faz fluir esta energia formando um grande ecossistema. A respiração é um fluxo de energia, onde inalamos o ar com as condições eletroquímicas vitais e exalamos o ar já sem estas características.
No entanto o nosso foco é o Ambiente Básico e o seu fluxo de energia sistêmica. O equilíbrio deste fluxo é essencial para a salubridade do Ambiente Básico e para o perfeito desempenho de todas as atividades nele desenvolvidas.

“Os sistemas vivos, sejam indivíduos ou organizações, são analisados como sistema abertos, mantendo um continuo intercâmbio de matéria/energia/ informação com o ambiente.”
(https://pt.wikipedia.org/wiki/Teoria_geral_de_sistemas)

ENERGIA SISTÊMICA COMO FATOR CRÍTICO NAS EMPRESAS

Capra (2006, p. 263) diz que um organismo vivo funciona sob o princípio dinâmico da auto-organização, que é obtida pela auto-renovação. Para isso, as empresas precisam inovar e evoluir, adaptando-se ao novo modelo sistêmico, onde os interesses individuais das pessoas podem competir com o interesse maior da organização.
As empresas então adotarão mecanismos para assegurar o alinhamento de objetivos internos e externos, ou objetivos da organização e dos indivíduos. Este é o caminho da sustentabilidade das empresas.
CAPRA, FRITJKOF. Ponto de Mutação. São Paulo: Cultrix,2006.
x-x-x
Segundo Morin (2006, p. 88),estamos diante de sistemas extremamente complexos onde a parte está no todo e o todo está na parte. Isto é verdade para a empresa que tem suas regras de funcionamento e no interior da qual vigoram leis de toda a sociedade.
MORIN, EDGAR. Introdução ao Pensamento Complexo. Porto Alegre:Sulina, 2006.
x-x-x
Na mesma linha, Senge (2006, p. 13) afirma que “líderes bem sucedidos normalmente são, em grande parte pensadores sistêmicos”, ao destacar a necessidade de entendimento da complexidade dinâmica das relações de causa e efeito, dos padrões e tendências emergentes para orientar as ações estratégicas.
SENGE, PETER. Bons Gerentes Não tomam Decisões Políticas. In: MINZTBERG, HENRY et. al. O Processo da Estratégia:Conceitos,contextos e casos selecionados. 4.a Ed. São Paulo: Bookman; 2006.
x-x-x

Uma empresa é um sistema aberto onde as partes atuam de forma coordenada visando o fim comum (MARIOTTI, 2007). Desta forma, não seria admissível a maximização do benefício de um único componente do sistema – o lucro dos acionistas – pois implicaria minimizar o benefício de todos os demais stakeholders pertencentes ao sistema, incluindo clientes e fornecedores, comprometendo a sobrevivência do todo (entropia).
MARIOTTI, HUMBERTO. Pensamento Complexo. São Paulo: Atlas, 2007
x-x-x
Observa-se que não é mais a ética o fator determinante do comportamento da empresa, mas a necessidade inadiável de adaptação, de homeostase, de evitar a entropia, ou seja, de se manter ajustada ao meio sistêmico, sob pena de ser eliminada (Borger (2006, p. 27).
BORGER, FERNANDA G. Responsabilidade corporativa: a dimensão ética, social e ambiental na gestão das organizações.

AS RADIAÇÕES ESTÃO EM TODOS OS AMBIENTES E PODEM PREJUDICAR A SUA SAÚDE E A DOS SEUS FAMILIARES, E TAMBÉM AS SUAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS.

Um ambiente interno equilibrado, é essencial para uma saudável qualidade de vida e um perfeito andamento de todas as atividades.

Artigo 225 da Constituição Federal de 1988: Todos tem direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações.

O nosso propósito é transformar o Ambiente Básico em um espaço físico livre de influências nocivas de qualquer forma de radiação. A preservação da saúde é o nosso objetivo. Cuidar da saúde para não precisar cuidar da doença.

No Ambiente Básico Empresarial, o nosso propósito é alinhar o fluxo de energia sistêmica na direção dos objetivos num processo de sinergia, otimizando os resultados do negócio.

Uma empresa é um ecossistema integrado com o meio ambiente, seus proprietários, funcionários, clientes, fornecedores, poder público e a comunidade em geral, formando um fluxo de energia sistêmica.